Troponina I | Troponina T | CKMB | Mioglobina | NT-proBNP | βhCG | D-dímero | CRP | PCT

Teste rápido de procalcitonina (PCT)

O ensaio de procalcitonina (PCT) do AQT90 FLEX da Radiometer para os cuidados críticos disponibiliza resultados quantitativos com qualidade laboratorial em menos de 21 minutos, contribuindo assim para o diagnóstico da sépsis, uma patologia grave e potencialmente fatal

Procalcitonina (PCT), o biomarcador de eleição para ajudar no diagnóstico da sépsis

A Radiometer desenvolveu o ensaio de PCT para o AQT90 FLEX, um teste fácil de utilizar e que constitui uma importante ajuda para diagnosticar atempadamente a sépsis. A sépsis é uma patologia grave e, por vezes, fatal, responsável pela morte de mais doentes do que a SIDA e o cancro da próstata e da mama juntos [1]. A procalcitonina (PCT), normalmente presente no sangue em níveis muito baixos, é libertada em maior quantidade como resposta a uma infeção, funcionando assim como um indicador de risco de sépsis. Com um valor preditivo negativo superior a 95%, a PCT é amplamente reconhecida como sendo o biomarcador mais sensível no auxílio ao diagnóstico da sépsis bacteriana [2].

Uma mais-valia nos testes no ponto de cuidado

Embora diretrizes rigorosas para a implementação de terapêuticas precoces e eficazes tenham permitido uma melhoria das hipóteses de sobrevivência, as taxas de morbimortalidade associadas à sépsis continuam a ser superiores às observadas com qualquer outra patologia de origem infecciosa [3]. O ensaio rápido de PCT do AQT90 FLEX da Radiometer para os cuidados críticos – um ensaio de diagnóstico in vitro para a determinação quantitativa de PCT em amostras de sangue total ou de plasma com EDTA ou heparina de lítio analisadas no ponto de cuidado ou em laboratório – constitui uma ferramenta importante para os profissionais dos cuidados agudos e intensivos, contribuindo assim para a deteção da sépsis. Isto permite aos médicos iniciar de imediato o tratamento com antibióticos e comprovar a eficácia da terapêutica escolhida na redução do estado septicémico do doente.

Quando os níveis de PCT são elevados e existe a suspeita não confirmada de sépsis, deve ser considerado um tratamento com antibiótico após a análise de uma amostra de sangue, para identificar a presença de microrganismos transmitidos por via sanguínea. Normalmente, isto envolve uma hemocultura, um procedimento moroso que pode demorar vários dias e que, muitas vezes, não reflete a inflamação sistémica ou o início de falência dos órgãos [2]. Pelo contrário, o ensaio de PCT do AQT90 FLEX da Radiometer disponibiliza resultados em menos de 21 minutos, o que permite aos médicos otimizarem rapidamente o tratamento do doente. 

AQT90 FLEX Procalcitonin

As principais vantagens do ensaio de PCT do AQT90 FLEX incluem:

  • determinação quantitativa da PCT no ponto de cuidado, com qualidade laboratorial
  • resultados disponíveis em menos de 21 minutos
  • maior rapidez na obtenção dos resultados das amostras
  • adequado para amostras de sangue total – sem necessidade de preparação prévia – ou plasma
  • excelente nível de compatibilidade com hemocultura
  • correlação elevada com outros ensaios de PCT disponíveis no mercado

  1. http://www.world-sepsis-day.org/?MET=SHOWCONTAINER&vCONTAINERID=11
  2. Riedel S. et al. Procalcitonin as a Marker for the Detection of Bacteremia
    and Sepsis in the Emergency Department . Am J Clin Pathol 2011;135:182-189
  3. Levy MM, Dellinger RP, Townsend SR, et al. The Surviving Sepsis Campaign: results of an international guideline-based performance improvement program targeting severe sepsis. Intensive Care Med 2010;36:222–31

 

São usados cookies neste sítio

Uso dos cookies