Troponina I | Troponina T | CKMB | Mioglobina | NT-proBNP | βhCG | D-dímero | CRP | PCT

Teste de D-dímero

O analisador de imunoensaio AQT90 FLEX da Radiometer conta com um teste de D-dímero com uma especificidade superior a 70% e uma excelente qualidade analítica e de diagnóstico.

Teste de D-dímero

A formação de um trombo (coágulo de sangue) no interior de uma veia profunda dá origem a uma doença denominada tromboembolia venosa (TEV). Esse trombo – ou um fragmento dele – pode desprender-se e entrar na corrente sanguínea sob a forma de um êmbolo, que pode acabar por obstruir na totalidade um dos minúsculos vasos sanguíneos nos pulmões e provocar uma embolia pulmonar.

O teste de D-dímero é usado como auxiliar de diagnóstico para detetar se um paciente sofre de trombose venosa profunda (TVP) e/ou embolia pulmonar (EP).

A TVP é uma doença relativamente frequente. Envolve a formação de coágulos nas veias profundas do corpo, mais frequentemente nas pernas. Os coágulos podem aumentar muito de tamanho e obstruir o fluxo de sangue. O paciente apresenta sintomas como dor na perna, sensibilidade ao toque, inchaço, alteração na coloração e edema. Devido ao risco elevado de complicações potencialmente fatais, como embolia pulmonar, é necessária a realização urgente de um teste de D-dímero e avançar rapidamente com o diagnóstico e o tratamento.

O teste de D-dímero é usado para detetar problemas facilmente descurados – e potencialmente fatais

  • 10-30 % de mortalidade devido a embolia pulmonar
  • 650 000 mortes por embolia pulmonar anualmente nos EUA, a terceira causa de morte mais frequente
  • 400 000 casos de embolia pulmonar não diagnosticados em pacientes nos EUA – que resultaram em cerca de 100 000 mortes
  • 60 % de mortes hospitalares envolvem embolia pulmonar – não diagnosticada em 70% destes casos
  • 10 % dos pacientes com embolia pulmonar aguda morrem nos primeiros 60 minutos
  • Um em cada três pacientes que sobrevivem a uma embolia pulmonar inicial morrem devido a embolia pulmonar recorrente

 

Requisitos para um teste de D-dímero de qualidade

 - Valor preditivo negativo (VPN) elevado. Isto indica o grau de segurança na exclusão de pacientes que não têm realmente TEV.
 - Elevada especificidade, para minimizar a possibilidade de inclusão de pacientes saudáveis.

Como utilizar um teste de D-dímero?

  • Só teste D-dímero – suficiente para excluir TVP com segurança
  • D-dímero + NT-proBNP – eficaz para distinguir entre um diagnóstico de EP e de insuficiência cardíaca
  • D-dímero + NT-proBNP e/ou troponina I/T – útil para determinar o prognóstico de EP

 

O teste de D-dímero no analisador de imunoensaio AQT90 FLEX

O teste de D-dímero no AQT90 FLEX demonstra:

  • Um  VPN elevado, comparável com os valores obtidos pelo melhor analisador concorrente, o que significa menor risco de enviar para casa pacientes doentes sem tratamento.
  • Uma especificidade muito alta (número baixo de resultados falsos positivos) – o que permite reduzir os exames desnecessários e dispendiosos a pacientes sem TEV, e dar mais atenção aos pacientes que, efetivamente, têm TEV.
Valor preditivo negativo (VPN)    99 % (TVP proximal) 
Especificidade   71 %
Sensibilidade   98 %
Intervalos de referência (percentil 95)   < 50 anos – 630 µg/L
> 50 anos – 654 µg/L
Valor de corte   500 µg/L

São usados cookies neste sítio

Uso dos cookies